Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Desejo

Sensação disfarçada de sentimento Instala-se, camuflada pelo coração Sacia-se e se vai Deixando em seu lugar apenas um vazio
Não demora a voltar Vestindo outra pele Mas continua o mesmo Atributo possessivo
Usando máscara de amor Intenso Quente Rijo
Amigo incerto Dá prazer E tira afeto Desejo
Desejo-te...
Angelus.

Um Ano Depois e Seguindo Em Frente...

Vi a insegurança desvanecer Em seu lugar palavras vieram Confiança nascida dos versos Um segredo desvelado E amigos conquistados
Um ano Nem de glória total, nem de fracasso absoluto Mas um ano de vida Mais um ano de vida Sem arrependimentos
É com grande alegria que o Versos, Prosas e Colóquios completa um ano de existência. Criar este blog foi uma das ousadias mais maravilhosas que tive. Pelas minhas contas, ele não duraria mais de 6 meses. Errei, graças a Deus. Hoje não consigo pensar em ficar sem este espaço que cresceu aos poucos graças ao apoio de amigos que conquistei pelo caminho. Não cito nomes, pois deixo que cada um de vocês se reconheçam nestas linhas de gratidão. Desde o primeiro seguidor até os que entram nesse meu mundinho a partir de agora, MUITO OBRIGADO A TODOS VOCÊS. Por todo o carinho e atenção. Obrigado pelos Versos sentidos, pelas Prosas rabiscadas e por todos os Colóquios prazerosos com outros blogueiros talentosos. Esta é a linha do tempo desse blog. Não uma linha reta, ma…