Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

"Mesmo fundamento singular do ser humano" *

Dois anos de VPC!

Parece que foi ontem que comecei a me aventurar pela blogsfera, mas hoje fazem exatamente dois anos que o Versos, Prosas e Colóquios foi criado.
Já postei diversas coisas aqui, desde experiências pessoais em forma de prosa ou versos; declarações óbvias (aos olhos certos) e, também, prestei homenagens sutis a alguns amigos que contribuíram para um momento de inspiração.
O Blog teve altos e baixos, com períodos muito produtivos e outros de escassez.
Já me flagrei várias vezes relendo as postagens aqui feitas, revivendo diferentes épocas de minha vida. Por vezes não me reconhecendo nas palavras, na forma como fluíam com facilidade, como se fossem de outra pessoa.
Isto aqui é uma terapia e tanto!
Fases significativas da minha vida estão guardadas aqui e não me arrependo de absolutamente nada, nem dos acertos, muito menos dos erros e precipitações.

Só me resta agora agradecer a todos vocês que fizeram e ainda fazem parte disso, desse projeto de vida. Da minha vida. 
Aos amigos blogueiros e também…

Um Enigma, um Olhar e um Reflexo...

Um humilde árabe, sentado a uma pedra no meio da estrada para Bagdá, olha para o céu. De repente, levanta-se e exclama um número grandioso. Um viajante curioso aproxima-se e pergunta o que foi aquilo. Calmamente, o homem responde que era o número de folhas de uma árvore... Assim foi o primeiro encontro de Beremiz Samir, o Homem que Calculava, com seu mais novo e fiel amigo. Com seu talento nato para a Matemática, Beremiz resolve problemas aparentemente impossíveis, usando seu raciocínio.  Mesmo não sendo seu desejo, ele conquista prestígio entre a sociedade enquanto nos apresenta o maravilhoso mundo dos números. Incluindo os quadrados mágicos, com seus significados ocultos e a Teoria dos Quatro 4, capaz de representar de diferentes modos todos os números, trabalhando apenas com este único algarismo 4 vezes. Esta é a história contida em "O Homem que Calculava", do autor Malba Tahan.
E o quadro acima, minha tentativa de expressar a poesia dos números... Angelus.

Humor ao Pé da Letra